Header Ads

test

Moradores da Cidade Estrutural Protestam Contra o Tráfego de Caminhões de Entulho

Na manhã desta segunda-feira, a pacata rotina da Cidade Estrutural foi marcada por uma manifestação significativa. Moradores, insatisfeitos com os constantes transtornos causados pelo tráfego de caminhões que transportam entulhos para o antigo lixão da região, decidiram tomar uma medida drástica: o fechamento de uma das principais pistas da cidade.

A ação dos moradores vem em resposta aos impactos negativos observados na comunidade, que vão desde a poluição gerada pela poeira até acidentes mais graves, como atropelamentos. A liderança comunitária, representada por figuras como a Sra. Bahiana, uma das fundadoras da Cidade Estrutural, expressou preocupação particular com a segurança das crianças. O trânsito intenso, agravado pela circulação dos caminhões em horários de entrada e saída das escolas, coloca em risco a vida dos estudantes, uma situação intolerável para a comunidade.

Em entrevista ao portal "Bigode do Gato", o Sr. Zé Maria, representante da SLU (Serviço de Limpeza Urbana), ofereceu uma perspectiva de esperança. Segundo ele, a SLU já finalizou o processo de licitação com uma empresa que será responsável por transportar o material, agora destinado à cidade de Samambaia. Este projeto visa não apenas a realocação do depósito de entulhos, mas também a promessa de uma solução mais sustentável e menos impactante para a Cidade Estrutural.

Apesar das placas indicativas na entrada e saída da cidade, os motoristas dos caminhões parecem ignorar as regulamentações, perpetuando o ciclo de desrespeito e perigo. Agora, cabe às autoridades competentes tomar as medidas necessárias para garantir a segurança e o bem-estar dos moradores, enquanto a comunidade aguarda ansiosamente pela concretização das promessas feitas pela SLU.

Nenhum comentário