- Publicidade -
- Publicidade -
Home ÚLTIMAS NOTÍCIAS Lotus: nova plataforma elétrica de esportivos sustentará Alpine

Lotus: nova plataforma elétrica de esportivos sustentará Alpine

- Advertisement -


A Lotus apresentou seu futuro elétrico com uma nova plataforma para sustentar as próximas gerações dos bólidos Elise e Exige, assim como do Evora e até mesmo de um novo modelo da francesa Alpine, em um acordo com a Renault, cimentado com a Geely através da Daimler.

Na marca inglesa, o último produto a atuar com motor a combustão foi o Lotus Emira, já que a partir de agora, todos os novos modelos serão elétricos e a nova base surge na esteira do anúncio de quatro novos modelos parta o fabricante de Hethel, sendo eles os projetos Type 132, 133, 134 e 135.

O Lotus Type 132 é um SUV de porte grande para o segmento E, um pretenso rival do Tesla Model X. Para acompanhá-lo, o Type 133 será seu equivalente sedã para pegar o Model S. Eles surgirão em 2022 e 2023, segundo a marca. Já o Type 134 será um SUV de segmento D para 2025 e então virá um esportivo para 2026, o Type 135.

Bom, isso tudo sustentado pela plataforma Lotus Premium, mas esta nova base mostrada é a Lotus E-Sports. A principal diferença entre elas é o tamanho, visto que a LP tem entre eixos limitados de 2,889 m a 3,100 m. Além disso, esta vem com sistema elétrico de 800V e baterias de 92 a 120 kWh.

No caso da E-Sports, o entre-eixos varia de 2,470 m a 2,650 m, recebendo baterias de lítio-fosfato de ferro de 66,4 kWh a 99,6 kWh. Com o mesmo sistema elétrico de 800V da LP, essa nova base de esportivos chama atenção pela disposição das baterias para os futuros Elise e Exige, assim como o próximo Alpine A110.

As células de energia ficarão alojadas atrás dos dois bancos, entre os ocupantes e o motor elétrico traseiro. Naturalmente, eles terão opção ainda de um segundo motor no eixo dianteiro. Já no próximo Evora, as células ficarão sob o assoalho, já que o bólido admitirá quatro pessoas em sua configuração padrão.

Lotus: nova plataforma elétrica de esportivos sustentará Alpine

O que se sabe é que a E-Sports despejará 476 cavalos no motor traseiro e 884 cavalos com os dois motores. Além disso, a Lotus definiu que seus esportivos continuam sendo feitos em Hethel, na Inglaterra, com os sedãs e SUVs ganhando vida na China, através de um complexo industrial em Xangai, erguido pela Geely.

Além disso, no Reino Unido, a Lotus garante a produção do próximo Alpine A110, aliviando assim a carga de responsabilidade da Renault, que estará mais focada em seus elétricos populares na França.

AUTOMOTIVO





Source link

- Advertisement -
- Advertisement -

Stay Connected

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Must Read

- Advertisement -

Related News

- Advertisement -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here