- Publicidade -
- Publicidade -
Home News Famosos Por Yasmin Brunet, Medina se irrita com o COB e assunto viraliza

Por Yasmin Brunet, Medina se irrita com o COB e assunto viraliza

- Advertisement -


A novela entre Gabriel Medina, Yasmin Brunet e o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) teve um final ainda amargo para o casal. O artista já embarcou para o Japão, onde competirá no surfe, esporte que faz a sua inauguração nos Jogos Olímpicos assim como o skate, mas sem a amada.

“É chato, não estou indo 100%. É ela quem me dá força e eu gosto de estar junto dela”, disse Medina ao UOL Esporte.

A filha de Luiza Brunet acompanhou o marido no aeroporto e tentou minimizar a situação. “Ele vai estar 100%, com certeza absoluta”, declarou. “[…] Tudo está dando certo para ele conseguir esse ouro e para ele ser tricampeão (mundial de surfe) esse ano”, completou a modelo.

Veja +: Luiza Brunet pede calma para Yasmin e Medina em meio à treta familiar

A notícia fez com que os nomes do casal fossem parar entre os assuntos mais comentados do Twitter. Internautas criticaram as atitudes da dupla.

“Silêncio, Gabriel Medina e Yasmin Brunet estão lidando com o primeiro ‘não’ da vida deles”, ironizou uma pessoa. “Como será que o Medina surfava antes de conhecer Yasmin?”, brincou outra.

VEJA AS REAÇÕES:

ENTENDA O CASO

Em junho, o COB vetou o credenciamento de Yasmin Brunet como oficial técnico do surfe nas Olimpíadas de Tóquio. Ao contrário da maior parte das modalidades, a Confederação Brasileira de Surfe (CBSurfe) não indicou profissionais de comissão multidisciplinar ao COB, deixando que cada atleta escolhesse uma pessoa para ser credenciada.

Medina havia indicado o técnico australiano Andy King e a esposa, que entraria no país como turista, mas, por conta das restrições causadas pela Covid-19, o número de possibilidades caiu de duas para um. 

Veja +: Famosas revelam ter sofrido agressão em post de Yasmin Brunet

O Japão declarou pela quarta vez estado de emergência em razão da pandemia, o que vetou também a presença de público nas arenas. 

O surfista, então, solicitou que King fosse descredenciado e Yasmin convocada em seu lugar. Mas o pedido foi rejeitado pelo COB. De acordo com o Comitê, “o credenciado tem que ser um profissional que tenha ligação com a modalidade”. O COB também disse que havia acordado com Medina que seu auxiliar credenciado seria King.

Esse impasse tornou-se público, com o esportista e a esposa reclamando nas redes sociais, tentando de tudo para que a loira acompanhasse o amado. Não funcionou.

REVOLTA

Na última semana, foi noticiado que o COB aprovou que a atleta de lançamento de discos Andressa Morais levasse o marido, Everton Luiz Ribeiro, como seu acompanhante para Tóquio. 

Ele foi credenciado pelo Comitê Olímpico Brasileiro para desenvolver a função de técnico da atleta no lugar do cubano Julian Meija, que conseguiu sair de seu país a tempo. 

O COB alegou que Everton é quiroprata, tem registro técnico na confederação e além de acompanhar a esposa, vai ser responsável, junto com João Paulo Cunha, por uma equipe de sete atletas.

Ao tomar conhecimento da situação, Yasmin postou o seguinte comentário nos Stories do Instagram: “A verdade sempre aparece. Sabia que era pessoal.”





Source link

- Advertisement -
- Advertisement -

Stay Connected

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Must Read

- Advertisement -

Related News

- Advertisement -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here