- Publicidade -
- Publicidade -
Home ÚLTIMAS NOTÍCIAS Numeroterapia: conheça suas personalidades com o dia e mês de nascimento

Numeroterapia: conheça suas personalidades com o dia e mês de nascimento

- Advertisement -


4 estratégias da neurociência para você ser mais produtiva
Reprodução: Alto Astral

4 estratégias da neurociência para você ser mais produtiva

Certamente você vai concordar: o dia a dia da mulher moderna não é coisa para amadores! Além de pensar no desenvolvimento pessoal e crescimento profissional, muitas mulheres enfrentam jornadas duplas de trabalho e se preocupam com diversas questões que vão desde dar conta da logística da casa, lista de compras, cuidados com a beleza (porque, afinal, ao primeiro sinal de “descuido”, as mulheres são penalizadas por parecerem desleixadas) e tantas outras obrigações que diante de tarefas ou reuniões importantes, estão esgotadas . A cabeça já não consegue mais focar e os resultados ficam bem abaixo do necessário ou desejado.

Talvez você não saiba, mas nossa força de vontade, o famoso autocontrole, funciona como uma bateria diária que, se gasta com coisas menos importantes, pode nos deixar sem a carga necessária nos momentos mais decisivos para nossos objetivos.

A ciência comprova que nossa força de vontade, assim como o nosso corpo, também se desgasta e precisamos ter estratégias para fortalecê-la se quisermos ser bem-sucedidos em um mundo cujas mudanças são cada vez mais constantes e urgentes.

Gaya Machado, especialista em neurociência e comportamento, explica que nosso cérebro não gosta de mudanças, mesmo que ainda estejamos vivendo em um mundo que exige de nós múltiplas atividades.

“Isso acontece porque ele é o órgão que gasta mais energia do corpo e, ao passo que precisa encontrar formas de economizar energia, faz isso repetindo padrões de comportamento que já estamos acostumados e as mudanças exigem um grande gasto energético do nosso cérebro. Mudanças e novos desafios exigem força de vontade e, ao contrário do que a grande maioria das pessoas pensa, nosso autocontrole não vem somente da nossa escolha”, ela afirma. A especialista ainda explica que a ciência comprova que nossa força de vontade funciona como um músculo, portanto, ao ser usada, fica cansada. Dessa forma, é necessário treino e repouso para a gente não entre em exaustão.

Mas com tantas tarefas para gerir durante o dia a dia, as mulheres não podem simplesmente deixar tudo de lado para focarem apenas no que é essencial. É preciso de estratégias para organizar as atividades de forma que possamos fazer o que é necessário, sem perder de vista nossos grandes objetivos, guardando uma boa dose de força de vontade para quando os momentos decisores chegarem, estarmos prontas. Segundo a especialista, quem sabe “treinar” sua força de vontade consegue alcançar mais e melhores resultados diferente daqueles que saem para os desafios diários sem estratégias.

Com isso, a professora e criadora do Método Mind Skills, que reúne as habilidades mentais que combinam descobertas de áreas da neurociência e das ciências comportamentais para potencializar resultados, apresenta quatro estratégias essenciais para quem quer superar seus limites e se destacar. Confira!

1 – Coloque o que é mais importante como prioridade na sua agenda

Pode parecer óbvio, mas não é! Se você passa o dia resolvendo pequenos problemas, respondendo e-mails ou se desgastando em atividades que poderiam ser deixadas para depois, está utilizando a sua carga de força de vontade sem perceber.

Se você tem uma entrevista de emprego, reunião estratégica, ou até mesmo aquela conversa importante que não pode passar de hoje, a dica é guardar altas doses de autocontrole para este momento, para que sua mente funcione de forma clara e estratégica e você consiga dominar suas emoções, caso seja necessário.

2 – Encontre o seu melhor horário produtivo

Você viu?

A ciência do timing, que envolve várias áreas de estudo como cronobiologia, antropologia, psicologia e outras, garante que cada uma de nós tem um melhor horário para tarefas racionais, analíticas e outro melhor para tarefas criativas e de inovação.

Com um pouco de autopercepção , você vai encontrar aquele horário do dia em que costuma conseguir se concentrar melhor em tarefas que exigem mais raciocínio lógico, e, dessa forma, atingirá uma maior produtividade.

Em contrapartida, vale mencionar que existe, sim, um horário do dia em que a concentração fica mais difícil, porque a mente passa a divagar mais. Saiba que esse é um bom horário para buscar soluções mais criativas e inovadoras para potencializar seus projetos ou fazer aquelas atividades rotineiras e repetitivas que não precisam de muita atenção.

3 – Diminua o número de alternativas e aumente suas chances de acerto

Costumamos achar que quanto mais opções tivermos, mais liberdade de escolha. Mas, infelizmente, nosso cérebro não entende da mesma maneira.

O excesso de opções pode causar um efeito de verdadeiro choque. É o que a ciência chama de paralisia decisória. Esta paralisia acontece porque quando nosso cérebro precisa examinar muitas opções disponíveis, ele consome muita energia e, como resultado, pode ficar exausto e se ver incapaz de tomar qualquer decisão ou iniciativa.

“Os desafios para nossa força de vontade aumentam na mesma medida em que aumentam nosso número de opções. Durante muito tempo acreditamos que quanto mais opções tivéssemos, melhores escolhas poderíamos fazer, mas o que a ciência comprova é exatamente o contrário. O excesso de opções esgota nossa força de vontade e ficamos sem reservas para os momentos seguintes. A alternativa neste caso é diminuir o número de opções para escolher e dar a chance do seu cérebro analisá-las sem ficar exausto”, explica Gaya.

4 – Elimine o multitarefa

Nossa necessidade de darmos conta de tantas coisas acaba nos colocando em uma grande armadilha, chamada multitarefa . A especialista alerta que “ao mudarmos de uma atividade para a outra muito rapidamente, em vez de aumentarmos nossa produtividade, alteramos nossa química orgânica. Isso tem um custo cognitivo muito alto, pois pode estimular exageradamente o cérebro e causar uma espécie de ‘neblina mental’ ou pensamento bagunçado, que em vez de nos ajudar sermos mais ágeis, nos deixa ainda mais confusos. Em alguns casos, podemos levar até 15 minutos para recuperar nosso foco total. Um desperdício da nossa capacidade de concentração e claro, perda de tempo”, destaca.

Então, faça sua lista de prioridades e não se esqueça, para ser mais produtiva (e, de quebra, aliviar a exaustão ), o melhor é resolver uma coisa de cada vez!

Fonte : Gaya Machado , doutoranda em Psicologia, é mestre em Comunicação e pós-graduada em Neurociências e Comportamento, além de professora de MBA, coautora de 6 livros e criadora do Método Mind Skills.





Source link

- Advertisement -
- Advertisement -

Stay Connected

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Must Read

- Advertisement -

Related News

- Advertisement -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here