- Publicidade -
- Publicidade -
Home Destaques Lula venceria Bolsonaro por 58% a 25% no segundo turno, aponta Ipsos

Lula venceria Bolsonaro por 58% a 25% no segundo turno, aponta Ipsos

- Advertisement -


O petista também superaria todos os nomes apontados como terceira via

Foto: Ricardo Stuckert

Foto: Ricardo Stuckert

A mais nova pesquisa do Instituto Ipsos aponta uma vitória de Lula contra Jair Bolsonaro em um eventual segundo turno em 2022. Os dados mostram que o candidato do PT tem 58% das intenções de voto contra apenas 25% do atual presidente.

A pesquisa divulgada nesta terça-feira 6 foi encomendada pelo DEM e divulgada pela revista Veja. Ainda de acordo com o instituto, votos brancos e nulos somariam 13%.

Outros cenários de segundo turno também foram apurados pelo Ipsos.

Um primeiro com Lula e outros nomes da chamada terceira via e um segundo cenário colocando os mesmos nomes em disputa contra Bolsonaro.

No primeiro cenário, Lula venceria todos os candidatos apontados pela pesquisa. Contra Sérgio Moro, o petista somaria 57% dos votos contra 20% do ex-ministro. Na disputa com Ciro Gomes, do PDT, Lula venceria por 57% a 14%.

O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e Tasso Jereissati, do PSDB, também foram pesquisados. Nos dois casos Lula levaria o pleito com 60%. Mandetta teria 12% e Tasso 9%.

Já Bolsonaro venceria um segundo turno apenas contra Mandetta, com 29% contra 24%, e Tasso, com 31% contra 20%. O atual presidente perderia caso a disputa fosse com seu ex-ministro Sérgio Moro ou com o pedetista Ciro Gomes. Moro teria 29% contra 27% de Bolsonaro e Gomes levaria por 30% a 29%.

De acordo com o Ipsos, o atual presidente também é o nome mais rejeitado entre os candidatos. 59% dos entrevistados disseram que não votariam de jeito nenhum em Bolsonaro e 33% disseram que não votariam em Lula.



Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram





Source link

- Advertisement -
- Advertisement -

Stay Connected

16,985FansLike
2,458FollowersFollow
61,453SubscribersSubscribe

Must Read

- Advertisement -

Related News

- Advertisement -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here